Curta a página do Projeto

Tratamento Restaurador Atraumático. Como o próprio nome diz: SEM TRAUMA. Nem odontológico nem psicológico!

Novo artigo para Download

Confira o Artigo de revisão sistemática o selante ART com o diamino fluoreto de prata...

CIORJ 2013

Resumo da aula ministrada pelo Professor Antonio Monnerat no CIORJ 2013...

Restauração: Inserção e Acabamento

Vídeo demonstrando o TRA em manequim...

Remoção Seletiva de Cárie

Vídeo sobre Remoção Seletiva de Cárie, aproveite e deixe seu comentário...

Técnica Restauradora Atraumática

Dr. Jo Frenken
A técnica restauradora atraumática (TRA) foi primeiramente descrita em 1994 por Frencken, onde foi testada na Tailândia. Seus objetivos são, perante lesões de cárie já instaladas, sejam estas com ou sem cavitação, paralisá-las, restaurá-las e prevenir sua recorrência. Sua ação pode ser efetiva desde em crianças até em pacientes da terceira idade.





Esta técnica tem como principais características: 
a. simplificação de execução, passando por poucos instrumentais, material liberador de flúor; 
b. grande alcance social dado pela rapidez de execução, baixo custo e necessidade mínima de infra-estrutura para sua aplicação; 
c. longevidade dos resultados obtidos. Seu emprego, para obtenção máxima de resultados, necessita de uma integração com educação para a saúde geral e bucal, onde instruções de higiene oral, noções nutricionais e de contaminação precisam ser trabalhados em paralelo ao tratamento da cárie pela técnica TRA.

O tratamento restaurador atraumático é um programa desenvolvido pela OMS para países com comunidades desfavorecidas socialmente. Para obtenção de resultados satisfatórios é necessário, conforme trabalhos desenvolvidos no Brasil e em outros países, a participação da comunidade, dividindo a responsabilidade pela recuperação da saúde bucal perdida, de forma que seus membros modifiquem seus hábitos e encarem esta evolução como um direito seu.

No projeto atua-se de duas formas: 

TRA Clássico – a técnica é executada independente de qualquer equipamento ou tecnologia, sendo viável mesmo em ambientes sem energia elétrica.
TRA em Ambientes Clínicos – a técnica é executada em cadeira e equipamentos odontológicos, sem, com isto, necessitar de instrumentais ou equipamentos mais complexos, mas lançando mão do que estiver disponível, como por exemplo turbina de alta rotação para aceso a lesões cariosas com maior rapidez.

0 comentários:

Postar um comentário