Curta a página do Projeto

Tratamento Restaurador Atraumático. Como o próprio nome diz: SEM TRAUMA. Nem odontológico nem psicológico!

Novo artigo para Download

Confira o Artigo de revisão sistemática o selante ART com o diamino fluoreto de prata...

CIORJ 2013

Resumo da aula ministrada pelo Professor Antonio Monnerat no CIORJ 2013...

Restauração: Inserção e Acabamento

Vídeo demonstrando o TRA em manequim...

Remoção Seletiva de Cárie

Vídeo sobre Remoção Seletiva de Cárie, aproveite e deixe seu comentário...

A Técnica

O tratamento restaurador atraumático (TRA) foi primeiramente descrito em 1994 por Frencken, onde foi testada na Tailândia.
Seus objetivos são, perante lesões de cárie já instaladas, sejam estas com ou sem cavitação, paralisá-las, restaurá-las e prevenir sua recorrência.
Sua ação pode ser efetiva desde em crianças até em pacientes da terceira idade.

Esta técnica tem como principais características:

A. simplificação de execução, passando por poucos instrumentais, uso de material liberador de flúor;
B. grande alcance social dado pela rapidez de execução, baixo custo e necessidade mínima de infra-estrutura para sua aplicação;
C. longevidade dos resultados obtidos. Seu emprego, para obtenção máxima de resultados, necessita de uma integração com educação para a saúde geral e bucal, onde instruções de higiene oral, noções nutricionais e de contaminação precisam ser trabalhados em paralelo ao tratamento da cárie pela técnica TRA.

 O tratamento restaurador atraumático é um programa desenvolvido pela OMS para países com comunidades desfavorecidas socialmente. Para obtenção de resultados satisfatórios é necessário, conforme trabalhos desenvolvidos no Brasil e em outros países, a participação da comunidade, dividindo a responsabilidade pela recuperação da saúde bucal perdida, de forma que seus membros modifiquem seus hábitos e encarem esta evolução como um direito seu.
Com o auxílio de alunos do último ano da faculdade de odontologia, alunos recém-formados da FO-UERJ, o projeto TRA Resende, desenvolvido através do Núcleo de Extensão de Faculdade de Odontologia da UERJ, pretende transformar a saúde bucal de crianças e adultos das comunidades envolvidas.
Uma vez que o TRA não exige instalações nem equipamentos específicos para obter resultados positivos, este contexto parece ser adequado para sua aplicação e os resultados obtidos poderão fazer com que os procedimentos adotados no projeto possam sê-los também pelas prefeituras, futuramente. Sendo assim, o projeto atingirá resultados não só perante as comunidades por ele assistidas diretamente, como também pela provável adoção futura por toda população do município. 
A rede escolar municipal de Resende não dispõe de dentistas em 32 escolas municipais. Sendo assim, as crianças dependem dos atendimentos em unidades de saúde para prevenção e tratamento das doenças bucais. A utilização de professores da rede escolar, devido a sua capacidade pedagógica, na multiplicação do conhecimento sobre saúde bucal e na prática da higiene dental através do monitoramento da escovação dental diária no ambiente escolar, permite a redução dos índices de cárie e doença periodontal nessa população.

0 comentários:

Postar um comentário